O algoritmo simples da 99 para determinar qual motoristas será responsável por levar um passageiro ao seu destino se tornou uma vulnerabilidade amplamente explorada por golpistas, em um método de ataque que usa vários elementos que visam explorar o sistema de descontos do app, utilizando também cartões de crédito clonados e informações falsas de GPS.

A descoberta foi feita pelo jornal paranaense Gazeta do Povo, que relata um esquema no qual o motorista se cadastra no aplicativo com más intenções e usa a brecha no algoritmo para ser chamado sempre pelo mesmo passageiro, que também faz parte do esquema, que usa esses métodos irregulares de pagamento para faturar…

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça um comentário!
Digite seu nome aqui